Post que utiliza as premissas abaixo

Em ambos os poemas transcritos, os autores abordam a indiferença com objectivos diferentes, enquanto Fernando Pessoa pretende ser optimista, os Pink Floyd são mais depressivos. Os dois poemas, para mim, são brilhantes e revelam uma capacidade fora do comum de observar como são as pessoas que não sonham, que se sentem confortáveis.

Voltando ao que eu pretendia abordar, as crianças ao sonharem são descontentes, não estão satisfeitas, querem sempre mais qualquer coisa pois estão a aprender e querem aprender mais e mais. Estes sonhos podem ser prolongados se as crianças não forem forçadas a crescer, que é o costume na nossa sociedade. Quero com isto dizer que os sonhos são cortados muito cedo e que são substituidos pelo medo. Medo de não ter emprego, medo de ficar sozinho, medo de ser mal interpretado, medo de ter comportamentos infantis, etc.

Eu não sou psicólogo mas penso que o importante é ensinar ou indicar o caminho para que as crianças consigam lidar com as suas emoções e necessidades de modo a poderem continuar a sonhar e, ao mesmo tempo, conseguirem adaptar-se ao mundo que as rodeia e terem a capacidade de o transformar em algo melhor.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: