Felicidade

Por vezes encontramos pessoas que necessitam estímulos para utilizarem a sua capacidade criativa, para mandarem cá para fora o que lhes vai na alma. Quando temos a oportunidade de fornecermos esses estímulos sentimo-nos felizes pois estamos a contribuir para a criação de coisas belas.

Aproveitem e vão ver o filme Bright Star da Jane Campion.

“Sonnet to a Cat” by John Keats

Cat! who hast pass’d thy grand cliacteric,
How many mice and rats hast in thy days
Destroy’d? – How many tit bits stolen? Gaze
With those bright languid segments green, and prick
Those velvet ears – but pr’ythee do not stick
Thy latent talons in me – and upraise
Thy gentle mew – and tell me all thy frays
Of fish and mice, and rats and tender chick.
Nay, look not down, nor lick thy dainty wrists –
For all the wheezy asthma, – and for all
Thy tail’s tip is nick’d off – and though the fists
Of many a maid have given thee many a mail,
Still is that fur as soft as when the lists
In youth thou enter’dst on glass bottled wall. <!–December 30, 1816.

–>

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: